• Cicero Fernandes

Transformadores

Atualizado: Fev 21


Os transformadores funcionam como o coração do seu sistema elétrico, Tê-los operando corretamente é a garantia do cumprimento de suas metas de produção.

Já ouviu aquele ditado: "O gás só acaba quando você está cozinhando". Pois então, traçando um paralelo com seu transformador, ele normalmente só vai dar defeito quando você estiver num pico de produção.

Quando seu processo produtivo estiver em alta, as máquinas e os equipamentos de sua empresa estarão trabalhando bastante para a tender a demanda produtiva. Desta forma, estará havendo grandes solicitações de energia elétrica ao seu transformador que sofrerá, entre outras solicitações, aquecimento do sistema.

Neste momento ocorrem as maiores probabilidades de parada por conta de inúmeras variáveis que são deixadas de lado pela falta de manutenção do equipamento.

Já se foi o tempo em que limpar isoladores e coletar óleo mineral isolante para análises físico-químicas era considerada manutenção preventiva em transformadores. Hoje, a manutenção preditiva e preventiva em transformadores exige equipamentos precisos e conhecimento técnico e matemático para evitar paradas inesperadas nas diversas aplicações onde os transformadores são aplicados. Neste texto, devido à extensão do assunto, iremos focar em transformadores a óleo isolante e a seco de média tensão. (Hostin Engenharia de Manutenção Elétrica, em colaboração com a ILTECH.

Quando falamos em manutenção preventiva, estamos falando da relação de desgaste ou possibilidade de falha dos equipamentos em relação aos cálculos originais de fábrica ou reforma, não de valores hipotéticos ou baseados em experiências que nem sempre condizem com o transformador avaliado em questão.

Maiores informações: http://iltech.com.br/blog/manutencao-preventiva-em-transformadores-expectativas-e-realidades/


6 visualizações0 comentário